ASPECTOS DA HISTÓRIA DE BELO HORIZONTE - V



5ª Carta virtual ao doutor João Pinheiro da Silva (1860 – 1908)


ASPECTOS DA HISTÓRIA DE BELO HORIZONTE,
Capital do estado de MINAS GERAIS, inaugurada em 12  de dezembro de 1897 - BRASIL


 Belo Horizonte, 12 de dezembro de 2011


PREZADO AMIGO EX-GOVERNADOR JOÃO PINHEIRO DA SILVA!

Esta é a minha última carta. Aqui me despeço, sempre muito respeitosamente. Estamos comemorando hoje, dia 12 de dezembro, os 114 anos da nossa cidade: Belo Horizonte. Jovem, majestosa, altaneira. Moderna. Totalmente moderna. Tantos poetas já se encantaram com ela, a partir de Mário de Andrade que, numa visita, chamou-a de “cidade jardim”, “cidade vergel”.

Não é feriado municipal. Uma injustiça! É uma cidade que não comemora o seu aniversário. Muitas razões, nenhuma verdadeira. Acredita? Os vereadores da cidade tiveram ousadia de eliminar o feriado comemorativo do aniversário de nossa BH, por causa do feriado religioso de 8 de dezembro, quatro dias antes. Foi justo? Foi correto? Foi sem maldade no coração? Transferimos, por acaso, as datas do aniversário de nossos filhos e ou de nosso pai, ou de nossa mãe para outro dia qualquer?   Uma capital, corajosamente idealizada, construída e implantada na região central do seu estado, corajosamente implantada, com muitos sacrifícios, nas cercanias da serra do Curral, com o objetivo de representar os sonhos e as esperanças de todos os mineiros, pode ser relegada a um mau olhado qualquer? O desrespeito às nossas tradições, aos nossos valores, à nossa dignidade faz com que a nossa autoestima venha sendo carcomida e desgastada.
Vereadores da capital do estado de Minas Gerais! Restabeleçam as adequadas e merecidas homenagens à bela cidade de Belo Horizonte, no dia de sua inauguração, 12 de dezembro de 1897. Cumpre ser declarado feriado municipal para a comemoração festiva dessa data.


Aqui me despeço respeitosamente agradecido. 




Comentários

Postagens mais visitadas